Exaltação ao Coração

Dignidade das Letras e as Literaturas Oficiais.
Antero de Quental. Dezembro, 1865.
Há nas extravagâncias de exaltação alguma cousa nobre e aspiradora de melhor, que, ainda quando sorrimos, nos faz pensar que é um coração desregrado sim mas vivo que inspira essas doudices.

Dignity of Letters and the Official Literatures
Antero de Quental. December, 1865.
In the extravagances of exaltation there is something noble and hopeful which, even when we smile, it makes us think that it is an unruly, yes, but living heart that inspires those nonsenses.

Illustration made for Mercearia de Arte Alves & Silvestre PostCards.
more info here

Hide Content